Blogger Widgets


Aquela carência veio outra vez... Ela sempre retorna. E eu com ciúme dos meus amigos. De tudo que é meu. Aquele medo de ser tirado de mim. De eu perder todos novamente. São as únicas desculpas que possuo. Porque preciso me sentir segura. Preciso me sentir amada. Como sou insegura! Juro que não queria ser assim. Queria me contentar só comigo e não precisar de mais ninguém. Sim, preferiria isso a ser uma sensível, com este coração de toupeira ambulante.
Quero você aqui perto de mim. Ter alguém para abraçar, segurar minha mão e dizer que vai ficar tudo bem. Alguém para berrar. Alguém para aturar, alguém para rir das minhas piadas sem graça. Que tenha paciência com a minha irritabilidade e meu lado infantil.
Por que você não me ama? Você não vê que podemos ser perfeitos um para o outro. Eu podia fazer Nescau quentinho para você todas as manhãs. E quando acorda-se com pesadelos eu contaria historias bonitas para você dormir. Eu riria baixinho do seu ronco. E sim eu poderia até ceder e usar um anel seu. Mas assim estaria negando o meu acordo. O de não baixar a guarda, o de me manter esperta e não deixar ninguém me dominar. Porque é muito chato ser mandada por alguém e ter que fazer algo que não se quer.
Sou um turbilhão de idéias opostas e ideais confusos.

Eu quero e não quero.
Eu te quero e não te quero.
Você me quer? porque isso mudaria tudo!

0 Comentários:

Oi, gente! Este espaço é dedicado à vocês! Opiniões, críticas e sugestões sobre o post ou blog são publicados aqui. Se você não tem um blog, pode comentar pela opção Nome/URL. Também sinta-se à vontade para entrar em contato comigo pelo priscilandreza@gmail.com :) Beijos!