Blogger Widgets

Platonismo amoroso



Não me amole com o morno, mais ou menos e meia boca. Nem perca seu tempo. Se é pra brincar de Amor que seja irracional, intenso e doentio.

Eu devo ter problemas sérios. Adoro imaginar amores impossíveis, sabe? Se um cara complicado me aparece, alguém impossível de se tornar real na minha vida. É batata. Gamo e a minha imaginação vai até a terra do nunca. Namoro, noivo e caso. Penso em como é conversar, beijar, andar de mãos dadas, viajar nos feriados para algum lugar mágico, cozinhar, sair entre amigos, dormir, transar e abraçar o dito cujo. 

Sabe o que mais me apaixona tanto? É saber que não é verdadeiro e nunca será. Porque é platônico! O cara não me conhece, é comprometido, está preso, é um otário ou morreu. Sim, já gostei de todos esses estereótipos. Admita, tenho problemas. E quer saber mais? Se algum cara solteiro, boa pinta, inteligente me aparece não rola. Não tem clima e nem borboletas na barriga. Essa mania de me atrair por casos complicados me irrita e me consolo de um jeito inexplicável. Me ajuda! Porque até agora sigo caminhando procurando uma nova vítima para minha mania de gostar do fruto proibidoimpossiveldeprimente.

A minha dúvida é se quando o cara certo aparecer, irei perceber? Creio que não, pois com certeza vou estar olhando para o errado da próxima esquina.

0 Comentários:

Oi, gente! Este espaço é dedicado à vocês! Opiniões, críticas e sugestões sobre o post ou blog são publicados aqui. Se você não tem um blog, pode comentar pela opção Nome/URL. Também sinta-se à vontade para entrar em contato comigo pelo priscilandreza@gmail.com :) Beijos!