Blogger Widgets

Poderosas




Li semana passada uma reportagem no site do Correio do Brasil sobre as dez mulheres mais poderosas em 2013 e pensando aqui com meus botões: o que seria ter poder no nosso século? Seria ter beleza como a Gisele Bündchen que ganhou o décimo lugar no site, pois ela é a modelo mais bem paga e com certeza o seu encanto vende milhões e deve conseguir diversos descontos e cortesias para propagar sua formosura por aí. Nosso sistema transmite que ser bonito é ser feliz, certo?

Ou seria ser rica como Oprah Winfrey com seus 550 milhões em patrimônio? Se eu tivesse grana de sobra poderia ir a qualquer lugar que desejasse, como dar um pulo em Paris agora, por exemplo. Poderia comprar qualquer coisa desde livros novos para a minha biblioteca até um helicóptero para os dias de muito trânsito na cidade. Mas ainda parece que não faz sentido. Talvez, ser influente como a presidente Dilma Roussef que comanda uma nação e cada palavra dela tem estrema importância para a decisão do país. Acho que ainda não é isso. Seria ter inteligência? Como a empreendedora Bel Pesce que com apenas 24 anos é formada em três cursos, tem empresa própria e já trabalhou para Google e Microsoft. Penso mais um pouco e constato que não é nenhuma dessas alternativas. Analiso que ser poderosa mesmo é passar por todas as dificuldades da vida e sair mais forte, confiante e ainda por cima sorrindo. Ser poderosa é estar acima da situação e além da injustiça, ou seja, é saber perdoar.

Compartilho diariamente o cotidiano de mulheres poderosas como a vizinha que sai às 5h da matina e só volta pra casa às 22h de ônibus e te deseja uma boa noite com um sorriso nos lábios. Poderosa é minha prima que sabe que o sete que tirou em física é maior do que o dez da amiga, pois ela simplesmente tem mais dificuldade na matéria. Poderosa é a colega que entende que eu sou muito infantil para pedir perdão e mesmo assim perdoa. Poderosa é a empresária que descobriu o roubo de uma funcionária e somente deu uma advertência verbal. Poderosa é a filha que sabe da ignorância do pai quando ele dá uns conselhos cabeludos. Poderosa é a garota que não se contenta com migalhas e se compromete a escolher o cara principal.


Poderosa é você leitora que leu este texto até aqui e embarcou nesta minha viagem de um domingo chuvoso, mas que tem tudo a ver com a nossa realidade do dia a dia. Porque prestigiar quem esta nas manchetes e na mídia é tão fácil. O glamour tem um quê de especial, mas o poder está em ralar todos os dias e aprender que poder mesmo, não é fazer justiça que seria pagar na mesma moeda. Poder é optar conscientemente por perdoar, mesmo podendo fazer a tal da justiça. Ah! É esse poder que eu quero ter a sabedoria de usar nos dias da minha existência.