Blogger Widgets

Expectativas



Se eu pudesse escolher uma palavrinha para ser eliminada do dicionário seria esta: expectativa. Aproveitando não excluiria somente do dicionário, mas da vida. Tudo dá errado por causa dessa maldita palavrinha. Aprendi algo nestes dias, os outros somente podem oferecer aquilo que têm. A boca só fala do que o coração está cheio. É isso aí, não podemos esperar mais do outro se ele não tem como nos dar, certo?

Mas o legal é fantasiar é ficar na espera. É criar expectativas de tal maneira que ficamos agitados, eufóricos até chegar o momento da surpresa que o outro preparou. É assim que funcionam os relacionamentos. Queremos sempre que o outro surpreenda-nos. E para demonstrar que gostamos de surpresas boas (grife a palavra boas), elaboramo-las primeiro para ver se a pessoa se toca e faz igual, ou melhor, não precisa fazer igual desde que faça algo parecido já faz efeito. Mas aí nada acontece.

Você preparou um jantar surpresa para seu gato em uma quarta-feira qualquer por puro amor e espera retribuição, mas o que ganha é um olhar confuso. Você se candidatou para aquela palestra chata que ninguém da equipe quis participar, mas sua chefia nem parece ter percebido. Você arrumou toda a casa antes da sua mãe voltar do trabalho, mas ela pensa que é sua obrigação. Sua amiga pisou na bola feio mentindo para você, mas ela não pede desculpa, ou pior, finge que nem aconteceu.

Eu sei que é realmente empolgante fantasiar e ficar na espera. Sabe por quê? Na espera não existe sim ou não, somente um fabuloso talvez. E você fica sonhando com o sim que pode ser oferecido de diferentes formas. No entanto, pior do que o não é o silêncio eterno. Aquele que mata aos pouquinhos com a dúvida. Eu gostaria de te dar uma chave do baú para trancar a expectativa bem lacrada e por de baixo da cama, mas infelizmente essa chave não existe materialmente. Somente no cérebro, onde você pode aprender a questionar os pensamentos eufóricos e imaginativos de uma vez por todas, mas isso seria matar todas as outras possibilidades de viver. Imaginário fértil é um descanso para a realidade e a expectativa, digamos que é a duende que indica o caminho para este outro universo.