Blogger Widgets

SOBRE



A autora
 --------------------------------------------------------------------------------------------------




Olá! Eu sou a Priscila Andreza de Souza, mas pode me chamar de Pri, nasci no dia 18 de setembro de 1988, sou joinvilense, criativa, introvertida, virginiana, cristã, e não ligo para times de futebol. Simpática, mal humorada quando acordo, desorganizada e chata à beça na TPM. Louca por chocolate e cacarecos fofos. Não gosto de rotina. Gosto de ouvir MPB, Sandy Leah e Regina Spektor. Viciada em algumas séries de TV (Friends, How I meet your Mother, Pretty Litlle Liars, Modern Family e Hart of Dixie são minhas preferidas). Não assisto novelas.

A vontade de escrever nasceu quando eu era criança. Comecei lendo gibis da Turma da Mônica, depois fui para a série Vagalume e me apaixonei à primeira vista pelos romances policiais de Stella Carr (tenho todos os livros dela!). Quando tinha uns 10 anos escrevi minha primeira história e gostaria de te dizer que não parei mais, mas parei. A única matéria que eu ia bem na escola era Literatura, eu só tirava 10! Porque era a única da classe que lia o livro inteiro e não resumos e também penso que eu era a única gamada pelo professor! 

Quando terminei o Ensino Médio, prestei vestibular para Letras, certíssima de que era a carreira dos meus sonhos. Fiz seis meses e não gostei, achei muita teoria para pouca prática. Cheguei a fazer quase dois anos de Artes Cênicas por amar teatro, sempre fiz peças teatrais na escola e eu tenho um carinho especial pelo palco, mas não me via trabalhando com teatro. Foi depois de testar esses cursos que mudei de mala e cuia para o curso de Jornalismo e cá estou na quinta fase. Agora estou no curso certo para mim. :)

Atualmente escrevo para o Jornal Nosso Bairro e para a revista Duo. E ainda cuido da gestão digital da Hooster - marketing de resultados.
Já escrevi também para o jornal A Notícia e jornal Qorpus.

Antes de ser escritora, sou leitora compulsiva... Leio de tudo: romances, contos, crônicas, poemas, reportagens e até bula de remédio! Minha cronista de referência é Martha Medeiros.

O blog

Criei o blog no ano de 2009 quando comecei a fazer Artes Cênicas, com a ideia de me ajudar a permanecer na cidade de Florianópolis, como eu me mudei sozinha tinha muito medo de não dar conta e voltar por não ter me adaptado à cidade. Foi por meio do blog que descobri que a escrita pra mim é muito mais que um hobby. É uma necessidade.

Aqui expresso o que penso sobre comportamentos, atualidade, sentimentos e dúvidas. Sinta-se em casa, o drama é por minha conta.